14 de abril de 2016

Unhas de Gel: Vantagens e Desvantagens



Hoje em dia, são muitas as mulheres que procuram alternativas para ter unhas bonitas e bem tratadas por mais tempo.

As unhas são um fator muito importante na beleza feminina e que não deve ser renegado para segundo plano, pois unhas bem tratadas, reforçam a beleza das mãos, transmitindo assim delicadeza, sensualidade e feminilidade. Além disso, ter unhas compridas é a vontade de muitas mulheres, mas, com as tarefas diárias, elas dificilmente chegam ao comprimento desejado.

Uma das melhores soluções para ter unhas bonitas e cuidadas por mais tempo é a aplicação de unhas de gel, que é uma das técnicas de alongamento mais usadas, pois garante um resultado natural e duradouro.


As unhas de gel são feitas a partir de uma técnica que envolve a aplicação de um gel específico por cima da unha natural. Essa técnica resulta em unhas fortes e do tamanho desejado, além do brilho, mesmo quando as unhas não estiverem esmaltadas, garantindo um aspecto natural.

Esta técnica é indicada para mulheres que tenham unhas fracas, quebradiças, dificuldade em deixar crescer as unhas e mulheres que tenham o hábito de roer as unhas, uma vez que a sua aplicação irá fortalecer as unhas e deixando-as mais bonitas do que nunca. Quem já possui unhas fortes não tem necessidade de fazer tal procedimento, mas ele ajuda a manter o esmalte mais bonito e por mais tempo.

Para fazer o alongamento das unhas, são usadas as "tips" (extensões), que são unhas postiças feitas à base de silicone, geralmente, e que coladas somente na ponta da unha natural (por isto, muita gente chama a unha de gel de unha de silicone). Uma vez colocadas, pode-se tirar a cutícula e esmaltar as unhas normalmente, pois o removedor de esmaltes não estraga a aplicação.


É importante ressaltar que a unha de gel não estraga as unhas naturais, diferentemente das unhas postiças comuns, a menos que se tente arrancá-la de forma inadequada.  Para retirá-la, é preciso ir ao salão, pois a remoção é feita com um solvente específico para amolecer o gel.




Confira abaixo quais são os produtos usados e como é feito o procedimento nos salões:


Ingredientes
Desidratador;
Primer;
Máquina de luz UV (ultra-violeta) ou LED;
Extensores de unhas (opcional);
Gel.

Modo de fazer
Aplica-se o desidratador, que serve para retirar a oleosidade da unha;
Em seguida aplica-se o primer, para evitar o levantamento da unha e possíveis fungos;
Aplica-se uma camada de gel base;
O gel é secado com a máquina de luz UV (ultra-violeta) ou LED;
Por último, a unha é construída com uma camada mais grossa de gel.

ATENÇÃO:
Pode haver salões que usam unhas de acrílico, aplicando o gel como "top coat", chamando este procedimento de de unhas de gel, e cobrando como essas. Se o profissional de unhas responsável usar um pó e líquido, então a unha que está sendo recebida é de acrílico. Por isso, não se deixe enganar.

Vantagens das unhas de gel
  • É uma boa solução para quem tem unhas muito fracas e que quebram com muita freqüência, pois protegem a unha natural, que vai crescendo saudável, pois o gel forma uma camada protetora;
  • Ficam com uma aparência brilhante mesmo sem esmalte. Basta passar um creme nas mãos para obter o mesmo efeito de ter acabado de sair do salão;
  • Todos os materiais usados na colocação das unhas são hipoalergênicos;
  • O tamanho e o formato fica a critério de cada pessoa e o esmalte pode durar até 20 dias;
  • A manutenção é simples e pode ser feita uma vez por mês apenas;
  • As mulheres adeptas da unha de gel afirmam que elas aderem melhor à unha e não levantam como outros tipos de unhas postiças;
  • Se apenas uma unha de gel quebrar, basta ir novamente ao salão para igualar o tamanho da unha quebrada com as outras, ao invés de cortar todas.





Desvantagens das unhas de gel
  • Quem tem unhas com histórico quebradiço, pode piorar se usar a unha de gel por muito tempo. Por isto, é muito importante tomar todos os cuidados para ter unhas saudáveis - e veja nossas dicas para unhas fracas e quebradiças;
  • Sua retirada é mais complicada que a de outras unhas postiças e deve ser feita num salão especializado. Em alguns casos, é preciso lixar o gel completamente, o que pode deixar as unhas naturais enfraquecidas por um tempo;
  • Quando as pessoas começam a mordiscar suas unhas em gel - que eventualmente podem começar a descascar - a coisa fica ainda mais séria: quando as unhas em gel começam a descascar e descolar, a água pode se infiltrar nas unhas, o que pode levar a abrigar bactérias e causar problemas com fungos. Quando sua unha em gel começa a descascar e você a arranca, algumas camadas da unha provavelmente se desprendem junto. Este tipo de dano pode levar mais de 6 meses para ser completamente remediado;
  • Quando o salão utiliza máquinas de luz UV (ultra-violeta) para a secagem do gel, é importante a aplicação de um protetor solar UVA/UVB - mesmo que com baixo fator de proteção - nas mãos alguns minutos antes de secá-lo, pois, segundo a Skin Cancer Foundation, tais máquinas são como pequenas câmaras de bronzeamento e, embora o risco de câncer de pele seja extremamente pequeno, a frequência de uso pode aumentar a probabilidade de contrair tal doença.

9 de abril de 2016

Unhas Fracas: 12 Dicas para Fortalecê-las


Apostar nos esmaltes da moda não basta para ter unhas lindas. Cuidar delas no dia a dia é fundamental para que cresçam fortes, não quebrem, para que o esmalte dure mais e até mesmo para evitar algumas doenças que podem aparecer.

Veja, a seguir, 12 dicas para fortalecer unhas fracas:

1) Faça as unhas toda semana para manter a limpeza delas.

2) Use produtos que fortaleçam as unhas, mas opte pelos que não levam formol na fórmula, pois podem causar alergias.

3) Deixe a unha um ou dois dias sem esmalte para 'respirar'. Se for passar direto outro esmalte, a unha fica fraca, branca e pode escamar.

4) Prefira os removedores de esmaltes do que as acetonas, pois não agridem as unhas.

5) Não tire toda a cutícula. Ela é a proteção da unha. Tirar tudo faz com que muita gente tenha micoses nas unhas.

6) Antes de aplicar o esmalte, passe sempre a base. Ela protege a unha da pigmentação do esmalte.

7) Após o esmalte, use produtos específicos que façam com que ele permaneça mais tempo nas unhas.

8) Use diariamente hidratantes específicos para cutícula, para não deixá-las ressecadas.

9) Se tiver de fazer tarefas domésticas, como lavar louças, use luvas não apenas para manter o esmalte, mas porque o detergente e os produtos de limpeza estragam as unhas e estimulam o aparecimento de micoses.

10) Tenha sempre em casa o esmalte que está usando. Se começar a descascar, é só corrigir na hora da emergência.

11) Se a unha quebrar, não cole. O ideal é cortar, pois se agarrar em algum lugar pode  machucar.

12) Procure consumir alimentos com vitamina C, que ajudam a fortalecer as unhas.

3 de abril de 2016

Cuidados Para Ter Unhas Saudáveis

O aparelho ungueal, também conhecido como unha, é formado basicamente pela lâmina ungueal, leito ungueal, matriz e tecidos periungueais, localizando-se na região dorsal da extremidade dos dedos das mãos e dos pés.
Suas principais funções são proteger as extremidades dos dedos de traumatismos, defesa e apreensão de objetos, mas também pode revelar doenças sistêmicas.

Em sua composição, as unhas contêm diversos componentes:

  • a queratina, principal componente, é a proteína responsável por sua resistência;
  • o colágeno, uma proteína antioxidante, além de repor proteínas, atua, junto com a queratina, como agente de fixação de sais minerais nas raízes das unhas - e quanto mais sais minerais forem retidos, mais belas elas serão;
  • a água, encontrada numa proporção entre 7% e 12%, é responsável por sua maleabilidade. Assim, quando menos água houver na unha, mais rígida ela será;
  • minerais, como cálcio, magnésio, sódio, ferro, cobre e zinco;
  • lipídios, dentre os quais destaca-se o colesterol. Assim, o contato com produtos que contenham solventes ocasiona a perda de lipídios, resultando em unhas secas e quebradiças.

Para manter suas unhas sempre belas e saudáveis, selecionamos algumas dicas que certamente evitarão que suas unhas ganhem um aspecto desleixado:


Beba bastante água: beber água interfere diretamente na saúde das nossas unhas, especialmente no verão, quando as cutículas tendem a ficar mais ressecadas e o cloro das piscinas pode deixar as unhas quebradiças e causar desfolhamentos (quando começam a sair pequenas camadas da unha).

Manter o corpo hidratado faz com que suas unhas também fiquem mais hidratadas e saudáveis, evitando esse tipo de complicação. Assim, beba no mínimo seis copos de água por dia, podendo completar o consumo com sucos naturais, que são uma fonte de vitaminas e sais minerais que fortalecem as unhas.

Use hidratantes nas mãos: as unhas possuem um manto que impede a água de evaporar das camadas superficiais da pele. Porém, as agressões externas, como lavagens sucessivas e produtos químicos, removem esse manto, provocando a evaporação da água e causando o ressecamento das mãos e unhas.

Para restaurar esta camada, o ideal é passar um hidratante a cada lavagem de mãos ou quando você senti-las muito ressecadas. Além disso, a cada 15 dias é necessário realizar uma esfoliação seguida de uma hidratação mais intensa, de preferência sem esmaltes, para diminuir o ressecamento.

Use uma cera nutritiva: as ceras nutritivas são ótimas aliadas para manter a hidratação das cutículas. Embora sejam à base de óleo, não deixam as mãos com aspecto oleoso e podem ser usadas por cima do esmalte. De preferência, devem ser aplicadas três vezes por dia, para manter as cutículas hidratadas, macias e no lugar.

Fortaleça suas unhas: para quem sofre com unhas fracas e vê este problema se agravar no verão, além de uma dieta rica em cálcio, proteínas e alimentos com vitamina A (como gema de ovo, leite e derivados, sardinha, couve, espinafre, entre outros), o melhor a fazer é aplicar um óleo fortalecedor antes de esmaltar, para que ele fique em contato direto com a superfície das unhas, estimulando a produção de queratina.

Esmaltação: é cada vez mais difícil encontrar mulheres com as unhas naturais, isto é, sem estar usando esmalte ou base. Porém é recomendado que haja pelo menos uma semana de folga por mês sem qualquer produto para que as unhas possam se recuperar da agressão causada pelos agentes químicos dos esmaltes e bases, que podem levar ao seu ressecamento e enfraquecimento, levando-as a se quebrar. Durante este período de folga, faça bastante uso dos hidratantes e das ceras nutritivas, para evitar o ressecamento.

Além disto, para remover o esmalte antigo, dê preferência aos removedores de esmalte, já que o uso constante de acetona também pode tornar as unhas mais frágeis e quebradiças. É importante, também, variar nas cores, já que as escuras contribuem para que as unhas fiquem amareladas, caso não seja usada uma base impermeabilizante. Porém, se as unhas já estiverem amareladas, somente o crescimento fará com que elas voltem à cor natural.


Por fim, é imprescindível verificar a data de validade do esmaltes, já que eles também influenciam na boa saúde das unhas. Caso estejam vencidos, podem causar alterações na textura, promover irritação na cutícula e até formar bolhas. Apesar de serem composto por elementos químicos de uso tópico, os esmaltes sofrem reações químicas cada vez que o vidro é aberto ou quando são agitados, e por isso têm sua vida útil limitada.

Evite retirar a cutícula: embora seja um hábito comum entre as brasileiras, remover completamente as cutículas pode comprometer a saúde, causar infecções e até distrofia da unha. Isto por que as cutículas cumprem a importante função de proteger a unha da entrada de fungos, bactérias e produtos químicos.

Lixar e polir: para que as unhas cresçam mais fortes e saudáveis, é recomendável que sejam lixadas e feitas pelo menos uma vez por semana, mas evite lixar sempre a lâmina ungueal (a parte de cima das unhas), o que pode ser prejudicial, pois retira camadas de queratina e deixa as unhas mais frágeis e finas. Procure fazer este tipo de lixamento no final do período de folga da esmaltação, sempre utilizando um acessório de quatro faces, pois ele apresenta diferentes funções em cada face: lixar, polir, remover saliências e dar brilho.

Além destas dicas, para evitar que o esmalte descasque ou perca o brilho, e prolongar a cor das unhas, é importante, antes de esmaltar, retirar completamente os resíduos de cor, de creme para cutícula ou de hidratante para mãos (pois atrapalham a aderência do verniz), secando-as bem.

E aplique uma camada de extra-brilho logo depois que o esmalte secar, repetindo a operação a cada três ou quatro dias, pois isto irá intensificar a cor escolhida.

Não se esqueça de usar luvas de silicone, no dia a dia, ao lavar a louça ou mexer com produtos de limpeza.

E, por fim, como dica extra, coma gelatina. As unhas, assim como pele e cabelos, possuem colágeno em sua formação, como dissemos no início desta postagem, e a gelatina comprada nos supermercados possui os aminoácidos necessários à formação de colágeno pelo organismo.

31 de março de 2016

Como Escolher o Formato de Unha Ideal

Quando falamos de formatos de unhas, sabemos que há um que é praticamente unanimidade entre as mulheres brasileiras: a unha quadrada.

Porém, há muitos outros formatos de unha que podem ser usados no dia a dia. Estes formatos foram feitos para seguir o tipo de leito da unha (também conhecido como meia lua) e até o formato das mãos, influenciando na aparência destas e podem ajudar a dar mais durabilidade às unhas.

A principal dica é não seguir o formato ou o comprimento que está na moda no momento, pois cada mulher possui um biotipo diferente e, por isso, um formato específico de unha que melhor se adapta a sua aparência.

Assim, não são só os cortes de cabelos que precisam se encaixar aos tipos de rosto para ficar em equilíbrio; as unhas também podem seguir esta linha, embora a melhor escolha seja sempre a sua, a qual dependerá de seu estilo e personalidade. Mas lembre-se que quando o formato e o comprimento da unha estão em sintonia com as dimensões do dedo, o resultado é um conjunto sempre mais harmônico e bonito.

Veja a seguir os formatos de unha mais comuns, de acordo com os tipo de dedos:



Unhas quadradas: preferida das brasileiras, é preciso ter unhas resistentes para usar pois, nas atividades do dia a dia, com o atrito, é muito fácil ocorrer a quebra dos cantos. Por outro lado, o desenho deixa as mãos mais bonitas e proporcionais e favorece a esmaltação das francesinhas.

Para um quadrado perfeito, é preciso, antes de tudo, deixar que as unhas cresçam. Depois, bastará lixar as laterais, de modo que formem um ângulo perpendicular com o topo da unha. Para finalizar, tem que dar o acabamento no topo com a lixa bem reta.


Uma boa dica para não errar na hora de dar esse formato é olhar a unha por cima, com as mãos espalmadas (e não dobrada sobre a palma da mão, como comumente se faz quando se lixa a própria unha), pois nessa posição é mais fácil perceber se a unha está ficando reta.

É o formato ideal para quem tem dedos longos e grossos, podendo ser usado com as unhas médias ou compridas.



Unhas quadradas arredondadas: é o formato ideal para quem gosta do formato quadrado, porém, não abre mão da praticidade, pois, com este formato, unhas mais longas demoram mais a quebrar ou lascar.


Além disso, o desenho ajuda a equilibrar a aparência das mãos no caso de dedos finos e longos, embora este não seja o formato ideal para estes tipo de dedo.

Na hora de lixar, as laterais devem ficar bem retinhas, assim como o topo. Só depois é que se deve passar a lixa, delicadamente, nas pontas, para torná-las arredondadas.

Como as unhas quadradas, é ideal para quem tem dedos longos e grossos, podendo ser usado com as unhas médias ou compridas.


Unhas redondas ou ovaladas: São dois formatos de unha usados há muito tempo e que voltou com tudo, sendo os mais usados entre as celebridades de Hollywood! Têm sido a escolha também, atualmente, das mulheres modernas, que trabalham com moda, por serem extremamente elegantes.

O formato arredondado é o melhor para quem gosta de manter as unhas curtas ou médias - ou para quem está com as unhas mais frágeis também pode tirar proveito, já que, com esse desenho, elas lascam e quebram muito menos. É o formato indicado para quem tem dedos curtos e grossos.

Já o formato ovalado cria um visual mais delicado e harmonioso. Entre os formatos que exigem unhas um pouco mais compridas, também é o que oferece a maior durabilidade. Este formato é ideal para quem tem dedos curtos e finos.


Unhas stiletto (ou pico de montanha): este é um formato pouco usado entre as brasileiras e está chegando aqui por influência de algumas divas internacionais, mas quem não gosta de chamar a atenção deve ficar longe dele.


Este tipo de unha, em geral, exige cores extravagantes, portanto esqueçam o "nude" e tons pasteis. Além disto, para as tarefas do dia a dia, não é o formato de unha mais indicado, pois, além de exigir unhas fortes, digitar num teclado ou numa tela de "smartphone" não é nada fácil.

Uma variação deste formato é o "ballerina", pouquíssimo falado, mas que resumidamente, é a unha Stilleto com as pontas quadradas, fazendo menção às sapatilhas das bailarinas.

É um formato indicado para quem tem dedos finos e longos, usado com unhas médias ou compridas, alongando ainda mais o comprimento das mãos.



Unhas Edge (ou amêndoa): Típico dos anos 1950 e que voltou a ser tendência, este é outro formato pouco usado entre as brasileiras. Seu desenho afina e alonga os dedos, deixando as mãos ainda mais elegantes.

Para este formato, na hora de modelar, não se pode exagerar na ponta, que deve ser meio arrendondada, caso contrário, ela se transforma em unha stiletto.

Assim, para usá-lo, também deve-se ter unhas fortes e é um indicado para quem tem dedos finos e longos.